logo
logo
* | Quem somos | O que fazemos | Onde estamos | A Nossa Casa | Artigos & Opiniões | Questões
* * * * *
Artigos & Opiniões
* 
 Relatório do estágio efectuado na R.P. da China*
de 10.07.2000 e 20.08.2000, com o apoio da Fundação Oriente

*

O estágio iniciou-se no Hospital de Shandong, Jinan.

De 11 a 31 de Julho as manhãs foram preenchidas pela visita aos doentes internados na Enfermaria de Neurologia e na Enfermaria de Acupunctura, acompanhando a ronda matinal dos médicos.

Pude observar cerca de 30 pacientes vítimas de acidentes vasculares cerebrais (AVC), 2 casos de paralisia bulbar, um caso de miastenia gravis, um caso de neurite periférica, 2 casos de sequelas de cirurgia a tumores cerebrais e alguns casos do foro neuropsicológico (neurose, depressão, insónia).

O diagnóstico da Medicina Tradicional Chinesa mais frequente nos casos de AVC é o de Zhong Jing Luo.

Cerca de 70% dos AVC são trombóticos e os restantes 30% são hemorrágicos. A pressão arterial elevada é o maior factor de risco. Na situação de emergência são usados medicamentos da medicina convencional para controlar a pressão arterial e outros factores de risco, mas são também simultaneamente administradas ervas da farmacopeia chinesa (habitualmente por via endovenosa), que acompanham e prosseguem o tratamento, após a estabilização da situação do paciente.

A fórmula mais usada no controlo da pressão arterial é Tian Ma Gou Teng Ying. Manitol é o medicamento ocidental usado para promover a absorção do edema cerebral.

Com a situação do paciente estabilizada (cerca de 8-15 dias após o AVC) começa a acupunctura. Saliento que no Hospital de Medicina Tradicional de Beijing (Beijing de Zhong Yi Yi Yuan) a acupunctura começa imediatamente, no Banco de emergência do Hospital. Não notei outras diferenças no tratamento dos A.V. C. nestas duas instituições. Neste período, à tarde, assisti à consulta externa do Departamento de Neurologia e aos tratamentos de acupunctura de pacientes externos.

Em Beijing, no Hospital de Medicina Tradicional de Beijing (Beijing de Zhong Yi Yi Yuan), estagiei igualmente no Departamento de Acupunctura e na respectiva enfermaria, on se encontram a maioria dos doentes com patologias do sistema nervoso, nomeadamente AVC (Zhong Feng) e paralisias flácidas (Wei Zheng).

Principais conclusões deste estágio:

  • Nos AVC é muito importante começar o tratamento com acupunctura o mais cedo possível. Regra geral é usada a craneopunctura na zona ou zonas correspondentes às áreas afectadas. De notar que a nomenclatura e a localização das áreas da craneopunctura foram recentemente alteradas, constando já as novas designações dos manuais universitários chineses. A localização sofreu alguns ajustes e as designações remetem para a localização da área. Usam-se agora os pontos dos meridianos que passam na zona como referência. Deste modo a craneopunctura integrou-se mais harmoniosamente no corpo global da acupunctura.
  • No que respeita às Wei Zheng (sindromas “flácidos”) tive oportunidade de discutir o seu diagnóstico e tratamento. Saliento a importância de determinar com precisão a fase da Wei Zheng em que o paciente se encontra, adequando o tratamento de fitoterapia e acupunctura a esse diagnóstico.

Esta minha estadia na China, que a Fundação Oriente me facilitou, foi muito proveitosa para o aperfeiçoamento da minha formação na Medicina Tradicional Chinesa. Na verdade, uma parte muito significativa dos pacientes que procuram a Medicina Tradicional Chinesa no nosso país recai na categoria das sequelas dos AVC (Zhong Feng) e das doenças degenerativas crónicas do sistema nervoso central (Wei Zheng). Daí a utilidade imediata do aprofundamento do saber nesta área.

Agradeço reconhecidamente a oportunidade que me foi proporcionada pela Fundação Oriente.
Lisboa, 20 de Setembro de 2000

**
Isabel & Liu logo 2002 - 2018 
 
*
* * * * *
*   Bairro do Bosque - Av. Do Brasil, 52 C, 2700-134 Amadora
  21 495 06 99 - 93 862 12 98  | centro.acupunctura@gmail.com
* * * * *
*   Contacte-nos, ponha-nos as suas questões ou envie-nos os seus comentários, opiniões e sugestões
* *
    Isabel&Liu, Terapias Alternativas Lda - NI/PC: 505 380 560; RCC Amadora: 12 474
* * * * *